Conheça as 5 métricas mais importantes para o seu negócio

  • dezembro 22, 2020

Provavelmente você já deve saber a importância de investir em estratégias de marketing para alavancar os resultados e a taxa de lucratividade da sua empresa, não é mesmo? 

Apostar em campanhas e executar novas ações para a sua empresa é extremamente necessário para inovar os processos e, assim, alcançar mais clientes. Porém, tão importante quanto isso é analisar os resultados e os dados gerados em cada fluxo de vendas.

Portanto, para que o investimento em ações seja mais assertivo, é importante definir indicadores e acompanhar métricas

Você sabe dizer o que é importante monitorar em sua empresa para garantir melhorias no desempenho? 

Acompanhe a leitura desse post com a gente para conhecer as 5 métricas essenciais para o seu negócio. Confira!

Métricas sociais ou métricas de negócio?

Antes de descobrir quais métricas você deve acompanhar, é importante entender as diferenças entre as sociais e as de negócio. 

Essas métricas são diferentes e podem gerar resultados também divergentes. Vale ressaltar que as métricas sociais também são muito importantes, só não devem ser utilizadas como indicadores unicamente decisivos para as ações de marketing ou decisões da sua empresa. 

As métricas sociais – também conhecidas por métricas de vaidade – normalmente dizem respeito às metas do negócio em suas redes sociais. Ou seja, as principais delas são alcance e engajamento.

Já as métricas de negócio vão para além de alguns números de visitas e interação nas mídias, e é preciso dedicar mais tempo para analisar seus resultados, a fim de tomar decisões mais assertivas nos próximos planejados. Então, vamos conferir as principais delas? Acompanhe a seguir.

1. ROI (retorno sobre investimento)

O ROI é uma das métricas que mais precisa ser acompanhada, pois ela pode ajudar você a medir o seu investimento em marketing e vendas.

Por meio do ROI, é possível analisar se o investimento nas estratégias escolhidas está proporcionando um bom retorno para a empresa.

Algumas das vantagens de analisar o ROI são:

– Reduzir custos e aumentar lucros;

– Fazer escolhas mais seguras;

– Identificar quais são as melhores estratégias;

– Aumentar a motivação do time;

– Obter resultados positivos de forma mais duradoura.

2. Leads e taxa de conversão

Um dos erros mais cometidos por alguns empreendedores é achar que quanto mais leads conseguir, melhor será o desempenho das vendas de seu negócio. Entretanto, quando o assunto envolve leads, é importante lembrar que qualidade vale mais do que quantidade.

Sabe aquele e-mail que você recebe tanto, que já nem olha mais ou até já colocou na sua caixa de spam ou lixeira? Pois é, você pode até ser um lead para aquela empresa, mas não é mais considerado um potencial cliente.

Por isso, é importante sempre acompanhar as métricas tanto de leads quanto da taxa de conversão da sua empresa, a fim de evitar um montante de números que, em vez de ajudar no desenvolvimento da organização, pode atrapalhar suas estratégias.de marketing e vendas.

Caso você consiga muitos leads e visitas em seu site ou blog, mas a taxa de conversão esteja baixa ou não tenha um crescimento considerável, é essencial ficar de olho no que pode estar dando errado.

Quando os leads são qualificados, eles já demonstram interesse pelos serviços ou produtos da sua empresa, facilitando a comunicação e ampliando as oportunidades de venda da sua empresa.

Além de garantir leads qualificados, é necessário nutrir estes com conteúdos de relevância aos visitantes e possíveis clientes. E a análise dessa métrica também pode ajudar você a descobrir quais são os conteúdos e as mídias que mais geram resultados positivos com o seu público.

3. Ticket Médio

Outra métrica bastante importante para o seu negócio é o ticket médio. Parecida com a de taxa de conversão, essa métrica ajuda você a saber qual é o valor médio que os seus clientes fazem em cada compra em sua empresa.

O ticket médio é uma das métricas que mais podem fazer a diferença para sua empresa, e o melhor de tudo é que ela é bem prática para calcular.

Para você saber qual é a atual situação do ticket médio da sua empresa, é só dividir o valor total das vendas pela quantidade de vendas realizada em um determinado período. 

Ou seja, o principal objetivo desta métrica é identificar o retorno das vendas efetuadas. Depois de fazer o cálculo, vale avaliar as ações e estratégias que estão sendo realizadas pela equipe de vendas do seu negócio.

4. NPS (Net Promoter Score)

O NPS – Net Promoter Score – também conhecida como a métrica de satisfação dos seus clientes, é ótima para você analisar o posicionamento da sua empresa e ter insights na área de vendas e marketing.

Para você saber qual é a nota do NPS do seu negócio, é recomendável fazer questionários – ou formulários online – para determinados clientes responderem a seguinte questão: “de 0 a 10, o quanto você indicaria nossa empresa a mais outras pessoas?”.

Com isso, você consegue dividir os seus clientes em detratores (os de nota de 0 a 6); neutros (notas 7 e 8); e nos almejados promotores (notas 9 e 10).

Esta métrica não somente ajuda você a saber quais são os clientes que mais podem defender sua marca, mas também é extremamente útil para você descobrir mais informações dos seus clientes e, assim, traçar metas e ações mais assertivas, a fim de melhorar a experiência do seu público, desenvolvendo mais a sua empresa e conquistando diferenciais no mercado.

Para calcular o NPS, basta diminuir a porcentagem de clientes promotores pela de detratores. Por exemplo, se 3 forem promotores, 2 forem detratores e 1 foi neutro, você vai fazer o seguinte cálculo: 0,3 (30% promotores) – 0,2 (20% detratores) = 0,1 – ou 10, passando para a nota do NPS. 

Como saber o nível do seu NPS? Analisando o valor da nota final. Se der -100 a -1, o seu NPS pode ser considerado ruim; entre 0 e 49 é razoável; entre 50 e 74 é muito bom; e as notas entre 75 e 100 são de um NPS considerado excelente.

5. CAC (Custo de Aquisição do Cliente)

Já o CAC (Custo de Aquisição do Cliente) é outra métrica importante para saber como estão os custos das ações de marketing da sua empresa.

Você saberia dizer qual é o custo de cada cliente adquirido pelas estratégias de marketing? 

Para saber mais sobre o orçamento realizado nesse setor de sua empresa é só somar o investimento em marketing com o investimento em vendas e dividir esse total pelo número de clientes adquiridos.

E então, já se preparou para analisar as métricas de sua empresa e, assim, aumentar suas vendas e melhorar o posicionamento de marca? Esperamos que nossas dicas ajudem você!

Para acompanhar mais conteúdos sobre gestão de negócios, empreendedorismo e finanças, é só continuar acompanhando o nosso blog e seguir nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Linkedin.